Lojas Renner: varejista fecha 2015 com crescimento

Na contramão da crise, a Lojas Renner conseguiu contornar o investimento curto dos consumidores e fechou 2015 com lucro líquido de 22,8%, que representa R$ 578,8 milhões em receita. A presidência da empresa credita o feito ao diferencial competitivo da marca e o profundo empenho em conhecer a clientela que atende.

E para quem acredita que a abertura de 49 lojas do grupo Renner, Camicado e Youcom, seja a construção dos números positivos, a varejista responde com aumento nas vendas de 10,8% na mesma loja. O sucesso credita-se, além dos tópicos acima descritos, ao planejamento de marketing e gestão da empresa, que o considera como um plano de estratégias claras e consistentes.

Outro ponto forte é a logística, foco de investimento em 2016. Pioneiros no sistema de automação de centro do distribuição (CD), a rede conta com depósito também em Santa Catarina, favorecendo o abastecimento de Sul a Norte do país, aliado ao CD do Rio de Janeiro. O sistema chamado de push-pull é uma estratégia para agilizar a distribuição e reduzir os custos de markdowns.

Uma ressalva importante, do ponto de vista empresarial é a eficiência de caixa da varejista, que otimiza seus custos/lucros para maximizar resultados. Durante 2015, o estoque aumentou apenas 1,7%, enquanto as vendas subiram 17%. O presidente Galló explica: " Mantivemos nossas políticas conservadoras de crédito e baixa alavancagem financeira. Foi com uma gestão pautada pela simplicidade e austeridade, com foco no produto e no aprimoramento da experiência de compra, que mantivemos as margens operacionais consistentes". Como resultado, no quarto trimestre a empresa já ostentava lucros em 15% e vendas por loja em 4,5%.

Fonte: Portal no Varejo

Sem comentários no momento

Deixe seu comentário